terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

POETA QUE DO MAR COLHE VENTOS, EM CORAÇÕES PLANTA POESIA...






FADO

Deixa-me deitar-me ao teu lado                                              
Ali mesmo ao relento de ti
Tapa-me com o teu xaile
Beija-me com a tua voz rouca                                                                   
Deixa-me sonhar-te aqui
Agarra-me em todos os teus tons
Acaricia-me no teu refrão...Alfama
E cega-me no teu fado vida !

( a editar) - 2011

De excelência é o teu fado
Palavras vãs, levam-nas o vento
Porque dizer tanto e a tempo
Genialidade e magia, criam o mago...


NO SAUDAR DE TI


no gotejar
dos teus lábios
bebo a noite
em marés frescas...
e acordo ao luar

no saudar de ti
adoço o meu olhar
sorrio ao desejo
em marés desatino...
e oferto-me no teu respirar

n MOMENTOS-  2012

Com palavras sobre palavras
Verso sobre verso que encanta
Poder com que desencanta
O poema que por nós lavras…
 FOLHA SEDENTA
 JOSÉ
Molho-me na chuva amena do teu suor
Como grito louco de folhagem sedenta
Do teu amor carente e ansioso de mim
Enseada do meu olhar adentro desse mar.
LUIS
Olho-te cego no cair da calma tardia
E o som aprazível do teu gritar tenor
Fere-me em assomos a tela muscular
Como se o dia fosse carrossel de noites.

OUTONO
Escrevo nesses lânguidos doces encantos
Escrevo e nem leio o que faço na razão
Escrevo apenas movimentos e espaços chama.

Acordo frio e apartado dos teus odores
O palco da nossa noite era um vazio de sonho

E os aplausos de ti, mero granizo cortante.
in TEMPO - 2011 ( a publicar)

Encanto de musas, quatro estações
São de Outono os ventos e canções
Que com laivos de paixões nos cantas…

E como (a)mar, doce amor passa
Quão perfeita a dança dos ventos
Que dançando, promessa nos faça

Rzorpa
Em homenagem ao poeta J.L.Outono



 



 

19 comentários:

  1. Bela e sentida homenagem. Adorei os poemas!
    O teu blog é maravilhoso e cheio de pessoas maravilhosas. ;)
    Terás sempre a minha presença aqui. :D
    Beijooooos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado talentosa Lii. Ele tambem te pertence!!! :))

      Eliminar
  2. os meus dois queridos poetas!! Não sabia,nem desconfiei quando ontem avisaste, que tinhas novidades,e que viria um poeta ! Mas sabia que vocês também eram amigos e estranhava muitas vezes ,que ele aqui não estivesse. Meu querido poeta RUI , A TUA APRESENTAÇÃO ESTÁ FABULOSA!OS poemas lindos e sentidos a combinar com o fado , e meu querido Outono, que feliz que estou em tê-lo aqui.Agora tenho mais uma "casa " para o visitar . Parabéns aos dois e parabéns a nós por podes usufruir de toda a beleza que saem das vossas mãos-----MARIA LEONOR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Leonor eu sabia que ficarias feliz pela surpresa, nesta casa que tratas diáriamente com imenso carinho, eu sei. É afinal, esse sorriso enorme que te adivinho, a grande responsabilidade dos verdadeiro Poetas como o José Luis Outono, uma referencia nossa.
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Alguém que acompanha a minha poesia e eu a dele!! Uma grande homenagem sem dúvida a alguém merecedor de tal acto. Parabéns ao José Luis e a ti (Rui) por dares relevo a pessoas dignas deste lugar. beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Renata, por fazeres parte dele tambem!

      Eliminar
  4. :) Já tinha tomado conhecimento do trabalho deste, verdadeiro, Senhor das letras através da Editora Vieira da Silva com a qual colaborei na antologia "Poetar Contemporâneo". Devo dizer que a escrita do José Outono é muito como a estação do ano do seu nome, traz-nos os cinzas da realidade dos dias e depois adorna-os com o dourado das folhas-magoas caídas por terra em renovação e beleza!
    Uma bela e justa homenagem q nos trazes Rui!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É claro que é fácil perceber que és uma mulher de sorte por poderes trilhar os melhores caminhos, Mas nós, que contigo privamos, temos uma imensa sorte por te merecer. Pelo que és simplesmente e pelo que, tenho a certeza, tanto te levará o teu talento!
      Beijo

      Eliminar
  5. ...como diria o poeta:
    - primeiro estranha-se, depois entranha-se.
    Longe, muito longe, de um dia poder fazer parte de uma galeria, de apreços e amizades, onde algumas das sementes do meu (a)mar, brotassem e orlassem um pouco, deste jardim, que contemplo.
    Curioso, leio-me e, pergunto-me se sou eu.
    Palavras não tenho para esta simpatia, em defesa de pequenos grãos da minha lavra, onde ainda sinto as gotas de chuva benéficas de comentadores atentos.
    Como sempre, na verdade da minha verdade, não prometo regularidade...mas prometo ao Rui, TENTAR nunca desiludir.
    Bem-Haja amigo por esta fabulosa "montra" solidária com a minha poesia.
    Um abraço!

    José Luís Outono

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo, este lugar terá sempre espaço, para o talento no geral e para os amigos em particular.
      Eu é que agradeço a honra que me deu a mim e aos meus amigos.
      Um abraço!

      Eliminar
  6. Parece-me que a melhor forma de exprimir sensações é a poesia. José Luis Outono tem a poesia na Alma, a sua caneta e o seu braço não são mais do que extensões do seu coração.Por tudo aquilo que ele deixa no papel para a posteridade pode bem ser considerado um dos maiores poetas portugueses vivos contemporâneos. Talvez as minhas palavras possam ser suspeitas por ser o editor deste poeta, por ter a honra de editar o que ele escreve. Brevemente levaremos ao prelo mais um livro deste grande Senhor das letras, provavelmente em Abril, em Maio já deverá estar em muitas livrarias de todo o país.
    A Inês Dunas, uma das nossas autoras de poesia, tem sempre e enquanto quiser um lugar assegurado nos nossos livros porque também escreve como poucos.
    É uma honra para a nossa editora ter entre nós escritores como eles.
    António Vieira da Silva
    EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

    ResponderEliminar
  7. Um prazer ler José Luis Outono, plantador de poesia nos corações e quietude nas almas.

    Magnifica homenagem! Parabéns Rui.

    Abraço a ambos
    cvb

    ResponderEliminar
  8. Bela homenagem ,semeia poesia ,como quem colhe flores..... sentimentos prementes

    Parabéns Rui,pela homenagem a José Luís de Outono

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Anita, pela poesia e elegancia das palavras... Muito bem vinda! :)

      Eliminar
  9. Obrigado pela introducao...muito apreciado ...poesia sensivel.....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tina, és sempre um raio de luz e charme, quando chegas. Obrigado pela tua visita e palavras... Beijo :)

      Eliminar
  10. Ouvi Li e vi...Adorei simplesmente..

    Parabéns Rui pelo excelente trabalho! Gostei imenso também da poesia de José Luis Outono.
    Sempre estarei presente mesmo por detrás da cortina, pois já não sei viver sem a visita a esta casa, que me acolhe sempre com esta magia dos sonhos..
    Um beijo Rui :))

    ResponderEliminar